Câncer de pele sintomas iniciais

O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum na população mundial. Saiba mais sobre as características deste tumor com o Blog Brasil.

Cancer de pele

Cancro de pele ou mais conhecido como câncer de pele é o tipo de tumor mais incidente na população, sendo 25% dos casos de câncer em todo o mundo. O câncer de pele ocorre por causa das células da pele que sofrem alterações e se multiplicam de forma desordenada e anormal, dando origem a um novo tecido, a neoplasia (tumor). A causa mais frequente que predispõem o início dessa transformação nas células é a exposição prolongada e repetida à radiação do sol. Outras causas menos frequentes são a radiação ionizante, intoxicação por produtos do alcatrão e arsênicos.

Saiba mais sobre os tipos de câncer de pele, os sintomas e qual o tratamento a ser seguido pelo paciente.

Tipos de câncer de pele

Os canceres de pele podem ser divididos em 2 grupos, sendo o câncer de pele não melanoma e o câncer de pele melanoma. Confira os mais comuns e frequentes.

Carcinoma Basocelular

O carcinoma basocelular é o tipo de câncer de pele mais comum, estando presente em 70% dos casos, mas felizmente sendo o tipo menos agressivo. Este câncer surge nas células basais, que se localiza na camada mais profunda da epiderme que é a camada mais superior da pele. O carcinoma basocelular surge nas áreas que ficam mais expostas ao sol como face, pescoço, couro cabeludo, orelha, ombros e costas, também podendo desenvolver-se em outras áreas não expostas, mesmo sendo raramente.

Carcinoma Espinocelular

O carcinoma espinocelular é o segundo tipo de câncer de pele mais comum na população, sendo o responsável por 20% dos casos em todo o mundo. Ocorre nas células escamosas, que constituem a maior parte das camadas superior da pele, também podendo desenvolver-se em outras áreas do corpo, embora ainda é mais comum em locais que ficam mais expostos ao sol.

Melanoma

O melanoma é o tipo menos frequente de câncer de pele, sendo o pior prognóstico e o mais alto índice de mortalidade, mas com chances de cura de 90% dos casos. O melanoma é originário dos melanócitos (células que produzem pigmentos), tendo a capacidade de invadir qualquer órgão até mesmo cérebro e coração. Também existem outros tipos de câncer mais raros como Tumor de células de Merkel, Sarcoma de Kaposi, Linfoma de cutâneo de células T, Carcinoma sebáceo e Carcinoma anexial microcístico.

Sintomas do câncer de pele

O câncer de pele pode apresentar vários sinais como pintas, eczemas e outros tipos de lesões, por isso conhecer bem a pele faz toda a diferença na hora de detectar qualquer irregularidade que seja. Somente um médico poderá realizar um exame clínico ou mesmo uma biópsia para diagnosticar o câncer de pele, mas é de extrema importância estar atento há alguns sintomas como:

Médico olhando para a pinta

- Lesões na pele que tenham uma aparência brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea, multicolorida que pode estar com crosta e sangrar facilmente.

- Uma pinta preta ou mesmo castanha que pode mudar de cor, textura podendo ser irregular nas bordas, além de aumentar de tamanho.

- O câncer de pele também pode ser uma mancha ou ferida que não cicatriza e que muitas vezes continua a crescer e apresentar coceira, crosta, erosões e também sangramentos.

Fatores de risco

A exposição solar é um dos maiores fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de pele. Isso ocorre porque os raios do sol agridem a pele causando alterações celulares que podem levar ao câncer. Então quanto mais a pessoa ficar exposta ao sol, maior será o risco de câncer.

Outro grande fator para o desenvolvimento do câncer de pele tem relação à característica da pessoa, ou seja, pessoas com a pele muito clara, olhos claros, albinismo e sardas pelo corpo têm mais chances de sofrer com o câncer.

Pessoas que sempre se queimam e nunca se bronzeiam quando tomam sol e que apresentam muitas pintas pelo corpo também deve estar atento a qualquer mudança, principalmente com o aparecimento de novas pintas e alterações na cor e formato nas que já existem.

Passando protetor solar

A melhor forma de tratamento ao câncer de pele sem dúvidas é a prevenção, por isso antes de sair de casa para qualquer lugar nunca se esqueça de passar protetor solar por toda a área que ficará exposta ao sol.

Saiba mais sobre câncer

21/12/10 por Haline

   



Mais informações por email

Comentar