Consequências de uma gravidez na adolescência

Veja quais são as principais consequências de uma gravidez na adolescência e qual é a importância dos pais nesta questão.

Infográfico gravidez na adolescencia

De acordo com a OMS, Organização Mundial da Saúde,  "a adolescência é um processo fundamentalmente biológico de vivências orgânicas, no qual se aceleram o desenvolvimento cognitivo e a estruturação da personalidade. Abrange a pré-adolescência (faixa etária de 10 a 14 anos) e a adolescência propriamente dita (dos 15 aos 19 anos)." Atualmente, a gravidez na adolescência é realidade para vários países, principalmente os subdesenvolvidos, e está ligada a uma enorme cadeia de fatores sociais, psicológicos, familiares e educacionais. No último panorama da gravidez na adolescência no Brasil, foram confirmados os seguintes dados:

E quais são as consequências de uma gravidez na adolescência?

Consequências psicológicas da gravidez na adolescência

As consequências psicológicas de uma gravidez na adolescência são tão preocupantes quanto as consequências fisiológicas. A começar pelo fato de que na grande maioria das vezes a gravidez é indesejada, o acompanhamento psicológico do período de gestação e após o nascimento é essencial. Conflitos familiares, com o pai do bebê e possível rejeição de círculos sociais são consequências que podem trazer várias sequelas à futura mamãe, incluindo as temidas rejeição ao bebê e depressão pós parto.  Para aceitar as inúmeras mudanças pelas irá passar, a adolescente deve ter o apoio de um psicológo e esse aconselhamento deve fazer parte do "pré-natal".

Consequências fisiológicas da gravidez na adolescência

Mãe adolescente
As consequências ligadas ao corpo da adolescente grávida são muitas. Para a medicina, toda a gravidez até os 19 anos de idade é considerada uma gravidez de risco, uma vez que os os ossos da bacia ainda não estão completamente formados e as consequências ao corpo podem sérias. A chance de um parto prematuro também é evidente, assim como as chances de o bebê apresentar baixo peso ao nascer. Problemas com pressão arterial, lesões no canal do parto, anemia, desnutrições, infecções urinárias também são possíveis consequências da gravidez na adolescência. As estrias também estão entre as consequências e acontecem com muita intensidade, uma vez que a pele da adolescente é mais "firme" que de uma mulher adulta, apresentando menor elasticidade e assim, "rasgando" com mais facilidade.

Gravidez na adolescência e apoio familiar

O apoio da família nesta fase é de extrema importância para a adolescente, principalmente para se encaminhar o mais rápido possível ao pré-natal. Para prevenir a gravidez na adolescência os pais devem ter sempre um diálogo aberto com seus filhos, orientando-os sobre a importância de iniciar uma vida íntima só quando estiverem em um relacionamento maduro e responsável e acima de tudo se prevenir. Essa função "educativa" também deve ser assumida pela escola e todos os núcleos sociais.

Mais sobre Consequências de uma gravidez na adolescência

Lembre-se que a compreensão e apoio familiar para as adolescentes grávidas são de extrema importância para a saúde da mesma e do bebê.

No Youtube você encontra vídeos "documentários" com histórias reais de vida de adolescentes que engravidaram:

Saiba mais sobre gravidez na adolescência




Talita
24/04/09

Mais informações por email.

Destaque

Teste de gravidez caseiro de urina funciona?

Teste de gravidez caseiro de urina funciona?