Home » Saúde » Alimentos

Benefícios da reeducação alimentar

Seja por estética ou por saúde, emagrecer é o problema de muitas pessoas, porém pode ser resolvido com a reeducação alimentar.




Perder peso é um objetivo de muitas pessoas, seja por motivos estéticos ou problemas de saúde. Porém a grande dificuldade não é perder os quilinhos extras, já que para isso algumas dietas auxiliam de maneira rápida e muitas vezes nada saudável, a maior dificuldade é manter o peso depois da dieta.

Garfos com alimentos saudáveis 2
Para solucionar esse problema, emagrecer de forma correta, com saúde e ainda comendo bem, a reeducação alimentar pode ser a solução desse grande problema que é a guerra com balança e do efeito sanfona. Confira algumas dicas de como conseguir o seu objetivo:

Reeducação alimentar: o que mudar

A base da reeducação alimentar é a mudança de alguns hábitos alimentares. A princípio a mudança pode ser radical, mas isso não quer dizer que tudo deverá ser riscado do cardápio definitivamente. O correto é comer sempre de tudo, porém de forma mais balanceada e em pequenas quantidades, muitos profissionais recomendam pequenas refeições de 3 em 3 horas.

Mulher tomando iogurte
Vale salientar que uma consulta com um nutricionista pode ser de essencial auxílio, pois cada organismo é diferente do outro, mas no geral, algumas dicas e mudanças podem ser tomadas como, por exemplo, o consumo de água por dia que é recomendado de 8 a 10 copos e evitar alimentos industrializados e fast-food, optando por alimentos naturais como frutas na hora do lanche.

Reeducação alimentar: durante as refeições

A principal dica é diminuir a quantidade de alimento ingerido durante as refeições e diminuir o intervalo entre elas, o indicado é comer a cada 3 horas. A substituição de alguns alimentos também é um grande ponto, como os refrigerantes ou sucos industrializados por sucos naturais e os alimentos industrializados, consumidos normalmente nos lanches, por frutas.

Prato de salada
Evitar produtos gordurosos como fritura, queijo amarelo, manteiga, carnes gordas, carboidratos durante a noite, alimentos embutidos como presunto e mortadela, doces em excesso entre outros que podem acabar prejudicando a dieta.

Muitos alimentos estão liberados, como frutas, legumes e verduras, que podem ser consumidos sem medo, iogurtes desnatados, alimentos integrais como pães, arroz e grãos, requeijão light, ricota, queijo branco, carnes grelhadas, cozidas ou assadas.

Lembre-se sempre de algumas dicas importantes: fazer exercícios como, corrida, caminhada ou até academia e nunca fique muito sem comer. Consultar um nutricionista também pode fazer toda a diferença na sua reeducação alimentar.

Nesse vídeo do Youtube você confere muitas outras dicas sobre a reeducação alimentar:

Publicado por Ananda Morales
Revisado em 28/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar