Saiba o que é o DPVAT

O seguro DPVAT é um benefício que todo cidadão pode requerer quando sofre um acidente de trânsito, seja motorista ou pedestre.

dpvat moto

A sigla DPVAT significa Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres e se refere a um slogan da própria campanha de divulgação, sendo este o único seguro que protege todos os brasileiros, os quais foram vítimas de acidentes de trânsito, não importando se são motoristas, passageiros ou até mesmo pedestres.

DPVAT cobre o que?

O seguro do DPVAT é pago todos os anos pelos proprietários de veículos de passeio, micro-ônibus, ônibus, motocicletas e similares. O DVPAT tem como função indenizar as vítimas de acidentes em três categorias, sendo elas: morte, invalidez permanente ou despesas de assistência médica e suplementares.

No caso de morte a indenização corresponde a R$ 13.500 reais e é recebida pelos herdeiros da vítima, no caso de invalidez permanente, em que ocorra a perda ou a redução das funções de um membro ou órgão, a indenização pode chegar a R$ 13.500 reais de acordo com a gravidade.

dpvat

E se o indivíduo tiver despesas hospitalares, internações, consultas entre outros, poderá apresentar os gastos usando os limites definidos pela Superintendência de Seguros Privados, que é conhecido como a SUSEP.

Neste caso a indenização tem valor máximo de R$ 2.700 reais por vítima e também pode ser recebida pela vítima. Quando a vítima tiver menos de 16 anos, os pais ou os seus responsáveis recebem os valores, mas se o mesmo tiver entre 16 a 18 anos já poderá receber a indenização, mas é claro que deverá estar acompanhado dos pais ou do responsável.

Como receber o o seguro DPVAT

Não é necessário de maneira alguma contratar um advogado para poder receber o DPVAT, basta somente entrar em contato com qualquer uma das seguradoras consorciadas como: Itaú, Caixa Seguradora, Porto Seguro e Sul América.

dpvat receber o seguro

Caso queira ver as outras seguradoras associadas entre no site SUSEP, é fácil receber a indenização do DPVAT, pois se trata de um procedimento simples, totalmente seguro e e que não é necessária a contratação de intermediários.

O pagamento deste seguro é realizado anualmente junto com a quitação da parcela única do IPVA e ele não pode ser parcelado, somente se o veículo estiver nas categorias 3 e 4, as quais são definidas pelo DETRAN e são compostas por lotações, micro-ônibus e ônibus.

Publicado por Lucimari
Revisado em 29/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar